Amor e cruz

“Certamente, o amor verdadeiro passa através da cruz, do sacrifício, como para Jesus. A cruz é a passagem obrigatória, mas não é a meta, é uma passagem: a meta é a glória, como nos mostra a Páscoa (…). Contemplemos o crucificado, fonte de esperança. Aos poucos, compreenderemos que esperar com Jesus é aprender a ver desde já a planta na semente, a Páscoa na cruz, a vida na morte”

L’ Osservatore Romano, n.2460, p.16.