Por que nós católicos guardamos o domingo e não o sábado, como manda o Antigo Testamento?

Marilene Matzke, Porto Alegre-RS


  De fato, no Antigo Testamento, muitas vezes se exige que se santifique o sábado. Porém, é bom lembrar que nós cristãos, não somos membros do Antigo Testamento. Estamos no Novo Testamento. Portanto, o que era preceito no Antigo Testamento não é mais preceito no Novo Testamento. Paulo nos diz que Cristo aboliu os mandamentos (Ef 2,15). Não estamos mais debaixo da velha lei.

  Por outro lado basta lembrar como Jesus tratou o sábado. Curou um paralítico (Jo 5,1ss), restituiu a visão de um cego (Jo 9,1ss), etc. Tudo isto era rigorosamente proibido pelo Antigo Testamento. Mas Jesus fez pouco caso da antiga lei. ele disse “meu Pai trabalha sempre e eu também trabalho” (Jo 5,17). Para ele, a vida contava mais do que o sábado.

  A ressurreição de Jesus aconteceu no primeiro dia da semana (Jo 20,19ss). No primeiro dia da semana Jesus encontra a comunidade reunida e a confirma na fé e na missão (Jo 20,19ss). Tomé, que não se encontra com a comunidade do primeiro dia não encontra o ressuscitado.  Deve esperar oito dias depois (Jo 20,26ss). Ou seja, tem de esperar novamente o primeiro dia para encontrar o ressuscitado. Também no Ap 1,10 Jesus se revela a João. Portanto, somos membros do Novo Testamento. Por isto guardamos o domingo.

Frei Bruno


Fonte: INDAGAÇÕES DA FÉ, Frei Bruno Glaab e Padre Mário Glaab.