Os Cristãos e a Corrupção

É tanta denúncia de corrupção que já estamos quase nos acostumando a ela. Este perigo é real e não pode ser menosprezado. O acúmulo de notícias vai “anestesiando” as nossas consciências, de tal forma que já não prestamos atenção a elas. Não podemos cair nesta armadilha, porque se isso acontecer, em breve deixaremos escapar a oportunidade de superar a roubalheira e de construir um país fundamentado no direito e na justiça.

Cabe a nós, cristãos – mas não só a nós, é claro! – gritar e agir por uma sociedade ética. Fazemos isso começando pelo nosso dia a dia, evitando o “jeitinho brasileiro”, não confundindo malandragem com esperteza, aprendendo em família que é importante ser honesto tanto no pouco como no muito. É em casa que se dão os primeiros passos de um longo caminho que, para nós cristãos, é vivido a partir da pessoa, da prática e dos ensinamentos de Jesus Cristo.

Padre Cristovam Iubel