A escola dos bichos

Uma história:

Um dia, os animais se reuniram na floresta e resolveram abrir uma escola. Havia um coelho, um pássaro, um esquilo, um peixe e uma enguia, que formaram um Conselho de Educação. Para o coelho, correr deveria fazer parte do currículo. Para o pássaro, voar. Para o peixe, nadar. E para o esquilo, subir em árvores perpendiculares ao chão. Juntaram tudo e escreveram um guia curricular. E fizeram questão de que todos os animais cursassem todas as matérias. O coelho tinha um bom desempenho na corrida, mas subir em árvores era um problema. Sempre caia de costas. Teve uma lesão cerebral que não permitiu mais que corresse bem. Descobriu então que o aproveitamento na corrida havia caído e não conseguia subir em árvores. O pássaro era ótimo para voar, mas quando ia cavar o chão, não conseguia. Quebrava o bico e as asas. Logo não conseguia mais voar direito e não aprendia a cavar o chão nem a subir em árvores… (Leo Buscaglia).

Uma lição:

Ninguém de nós consegue fazer tudo. Somos limitados, e por isso temos que ser quem somos, além de contar com os dons que os outros têm e nós não temos.